blog.mbudo.comhubfsmbudo - 2019BLOGHeader mbudo marketing inbound Portugal-1

blog da mbudo

    O que são e em que se diferenciam o UX , UI e IxD?

    por Silvia Martínez
    0 Comments

    Seguramente que já se deparou com as siglas UX (User Experience), UI (User Interface) e IxD (Interaction Design) sem saber muito bem ao que se referem. Caso já as conheça, pode ter dúvidas sobre o que as diferencia. 

    É certo que falamos de conceitos no âmbito do desenho gráfico, estreitamente ligados entre si, mas são inúmeras as ocasiões em que os vemos serem utilizados de forma indistinta gerando pode vezes confusões mais do que justificadas. 

    Se gostaria de implementar estas disciplinas no seu website e quer ter um primeiro contacto com as mesmas, partilhamos de seguida o que necessita saber para o fazer: 

     

    1.-UX / USER EXPERIENCE

    UX
     

    UX são as siglas em inglês para User Experience, ou Experiência de Utilizador e, como o próprio nome indica, refere-se à experiência que o utilizador tem antes de visitar o nosso website, durante o tempo em que o visita e após finalizada a interacção. 

    Por este motivo o utilizador é uma peça fundamental dentro do UX estando, uma vez mais, no centro da estratégia. 

    A sua importãncia advém do facto de que todas as ações levadas a caso no âmbito do User Experience terem como objetivo conhecer com exatidão as preferências e comportamentos dos utilizadores dentro da nossa página, com a finalidade de oferecer conteúdo de uma forma que lhes seja cómoda e agradável. Em última instância isto fará com que permaneçam na página o maior tempo possível e também que recorram a esta sempre que possam. 

    Existem diversas formas de comprovar o nível de satisfação com a experiência que os utilizadores numa página podendo estas ser directas, cara-a-cara, ou indirectas deixando que o utilizador interaga por sua conta sem intervenção de um agente externo. 

    • Checks internos: realizam-se  “em pessoa”, o que permite que perguntemos ao utilizador tudo o que desejamos saber. Desta forma não saberemos apenas as ações que realiza mas também o porquê: 
      • Entrevistas
      • Testes de produto
    • Checks externos: permitem conhecer as ações que o utilizador realiza mas não a razão pela qual as executa:
      • Teste A/B: consistem em realizar dois designs exatamente iguais modificando apenas o que queremos testar (por exemplo, o botão de download em cor verde ou azul) e verificar qual das opções gera mais resultados. 
      • Heat Maps: são mapas onde se representa, recorrendo a cores, os sítios onde os nossos utilizadores se mantêm mais tempo e onde vão menos. Geralmente as cores variam entre o vermelho, para representar as zonas onde permanecem mais tempo, o azul, para representar as zonas que não captam a atenção, o laranja que representa zonas de atenção moderada, o amarelo para atenção média e o verde para a baixa. 

      • Click maps: servem para comprovar em que zonas da nossa página ou sobre que opções tendem a clicar os utilizadores. Isto permite-nos saber, por exemplo, onde deveremos colocar o botão que leve o utilizador a tomar a ação que mais nos convém. 
    •  


    2.- UI / USER INTERFACE

    UIO User Inrerface ou Interface to Utilizador, centra-se em tudo o que está relacionado com o que o utilizador vê no ecrã e não na experiência ao interagir. 

    Para que possa haver algo para testar a experiência do utilizador, tem de haver algo para testar, é aqui que entra o UI. 

    De salientar que o UI, mais do que se centrar na parte estética do nosso site, como as cores, formas e tipologias que utilizamos, o estilo que iremos aplicar, as imagens a incluir, etc, foca-se na distribuição destes elementos: onde colocamos os headers? Onde vamos colocar imagens? Que espaço irão ocupar? 

    Uma vez criado o interface, recorremos ao UX e aos resultados dos testes para modificar o que seja necessário. 

     

    3.- IxD / INTERACTION DESIGN

    O Interaction Design serve de ligação entre o User Experience e o User Interface, já que é a disciplina que se encarrega de especificar de que forma serão realizadas as interações para testar determinada função. ou seja, centra-se em questões como: de que forma se passa de um seção para outra (passando o cursor por cima, clicando...), em que momento aparecerá um pop-up, etc. É, no fundo, a resposta que o interface dará às acções realizadas pelo utilizador. 

    Bem implementada, a combinação do User Experience, o User Interface e o Interaction Design, permitirá que os utilizadores tenham uma excelente experiência ao interagir com o seu website, o que se traduzirá num maior tempo de permanência no mesmo e um aumento do número de vezes que regressarão. Conseguirá, desta forma, um melhor posicionamento orgânico da sua página, aparecendo nas primeiras posições nos resultados dos motores de busca.

    Na mbudo contamos com uma equipa de especialistas em design gráfico web com experiênci em UX, UI e IxD que podem ajudar no que necessite. Não hesite em contactar-nos

     

    New call-to-action

    Design

    Silvia Martínez

    Silvia Martínez

    Licenciada em Belas Artes, tem um master em Marketing Digital e Redes Sociais e é técnica superior de desenho gráfico. A Sílvia é apaixonada por design mas está sempre disponível para explorar novas áreas que permitam complementar a sua formação e experiência. A sua principal motivação é a criação de ideias e conteúdo visual e estar sempre em contínua aprendizagem.

    Posts relacionados

    No hay posts relacionados