blog.mbudo.comhubfsmbudo - 2019BLOGHeader mbudo marketing inbound Portugal-1

blog da mbudo

    O que é SEO On Page e para que serve?

    por Andrea Huerta
    0 Comments

    Sabemos que o buscador mais utilizado hoje em dia é o Google, e que através dele podemos encontrar uma infinidade de informações com apenas alguns cliques.

    Uma parte muito importante do buscador é o seu algoritmo, que passa por uma optimização contínua para oferecer a melhor experiência ao usuário.

    Assim como o algoritmo do Google muda, devemos adaptar-nos a ele. Para fazê-lo, utilizamos diferentes ferramentas, uma das mais comuns é a chamada Search Engine Optimization (SEO). A sua principal função é optimizar o nosso site e obter uma melhor posição nos motores de busca.

    Tipos de SEO

    Dentro da ferramenta SEO podemos encontrar dois tipos:

    • SEO On Pag
    • SEO Off Page

    Por um lado, o SEO On Page consiste em optimizar o conteúdo do nosso site. Por outro lado, com o SEO Off Page, procuramos que outras páginas, redes sociais e blogs adicionem ao seu conteúdo links que redirecionem os utilizadores ao nosso site. Este último é importante, já que o Google também valoriza o tráfego externo na hora de posicionar-nos no buscador.

    Algumas táticas gerais para melhorar o SEO On Page do nosso site são criar pillar pages, utilizar palavras-chave ou keywords, reparar os links que não funcionam, e melhorar a velocidade de carregamento para dispositivos móveis. No entanto, vamos aprofundar-nos um pouco mais no assunto.

    Dicas de  SEO On Page

    O principal objetivo do SEO no nosso site é fazer com que as ferramentas de rastreamento do Google encontrem-nos facilmente. Além disso, queremos que o mecanismo de pesquisa identifique o nosso conteúdo como algo útil e o ofereça para nossos clientes, prospects e leads.

    Como resultado, o nosso conteúdo chegará ao nosso público-alvo no momento certo, a melhorar a experiência de nossos visitantes e responder às suas pesquisas e necessidades.

    Algumas dicas para potencializar a nossa estratégia de posicionamento no Google são:

    1. Cuidar da estrutura do seu site:


    Dentro de qualquer página podemos encontrar informações de diversos tipos, o que pode confundir o usuário. Desta forma, a organização do nosso site será a chave para que isto não aconteça.

    Para consegui-lo, podemos:

    • Incluir cabeçalhos e tags "H" na nossa página: isto nos permitirá tornar as informações o mais claras possível.
    • Optimizar imagens: as imagens também fazem parte da nossa estrutura de página. Recomendamos nomear os arquivos e as tags Alt Text. Para isso, deve-se incluir a keyword principal da página na qual a imagem aparecerá. O mesmo vale para as legendas.
    • Cuidar da "arquitetura" do site: todos os elementos que integram a nossa página devem estar ordenados para que o utilizador possa encontrar o que está a procurar com facilidade.
    • Utilizar a hiperligação ou links internos: trata-se da inclusão de diferentes links dentro da nossa página. Estes devem ser escolhidos com atenção, uma vez que devem ser de interesse para os visitantes. Importante! Cuidado com as páginas 404, pois o Google costuma "penalizar" a sua utilização.

    3. Verifique a sua indexação

    Existem duas maneiras de fazer com que o Google saiba da existência do nosso site e exiba-o nos resultados das pesquisas: esperar que a ferramenta rastreie as nossas páginas automaticamente ou fazer o processo de indexação.

    O primeiro pode levar tempo, pois não depende de nós. Enquanto isso, a segunda é muito importante, já que se nossa indexação falhar, nunca poderemos chegar aos leads que estão a nossa procura. Se fizermos uma pesquisa no Google sobre nós mesmos e não aparecermos nos resultados, temos que providenciar uma solução!

    3. O conteúdo importa

    Como já sabemos, "o conteúdo é rei" e deve responder às necessidades e perguntas dos utilizadores.

    A qualidade pode ser subjetiva, no entanto, é importante conhecer os tópicos que o nosso público-alvo espera encontrar. Neste contexto, a utilização das keywords é fundamental. Além disso, o conteúdo deve ser único e informativo, a evitar duplicações ou um texto denso que não agregue valor.

    Se quiser saber mais sobre como escrever um bom conteúdo, recomendamos que veja nosso post: "5 conselhos para redigir conteúdos de Marketing"

    4. As tags "title", "description" e a nossa URL

    Os três elementos que encontramos nos resultados do Google são: o título da página, a descrição do conteúdo e a URL.

    Esta será a primeira coisa que os utilizadores verão quando procurarem por nós. Por isso, devemos cuidar dar a mesma importância que ao interior da página.

    Algumas dicas são:

    • Inclua uma keyword na descrição e no título.
    • A descrição não pode ser muito extensa (cerca de 60 caracteres).
    • Escolha um título curto, direto e claro.
    • Inclua uma URL curta e que inclua as keywords (ou que descreva o que se encontra na página).
    • Utilizar as letras minúsculas na nossa URL e evitar acentos, subtraços, preposições ou conjunções.

     mbudo SEO On Page

    5. Optimize a velocidade de carregamento


    A WPO (Web Performance Optimization) refere-se ao tempo que o nosso site leva para carregar completamente. Se a nossa página demorar muito para carregar, é provável que a maioria dos utilizadores a abandone. Existem várias táticas para fazer isso, mas pode começar pela optimização das dimensões e o peso das imagens.

    Agora já sabe um pouco mais sobre o que é SEO On Page e como pode aproveitá-lo para posicionar-se nos motores de busca. Se ainda tiver dúvidas, entre em contato connosco.

     

    New call-to-action

     

    Content Marketing Inbound Marketing

    Andrea Huerta

    Andrea Huerta

    Licenciada em Marketing, Andrea encontrou a sua paixão em Digital Marketing e Inbound Marketing na mbudo. A sua motivação é aprender e melhorar continuamente. Na mbudo, Andrea colabora em campanhas de redes sociais, campanhas de e-mail marketing e não há certificação que consiga resistir!