blog.mbudo.comhubfsmbudo - 2019BLOGHeader mbudo marketing inbound Portugal-1

blog da mbudo

    Melhore o posicionamento nos motores de busca recorrendo a Pillar Pages

    por Minerva V.
    0 Comments

    A estratégia de conteúdos ganha cada vez mais importância. Mas como conseguimos ter um bom conteúdo e que tenha impacto positivo ao nível do SEO? Se não conhece o conceito de Pillar Page continue connosco!

    É importante saber que o algoritmo da Google não é estático pelo que é necessário estar a par das alterações que vão sendo implementadas. Até há pouco tempo, o posicionamento do marketing de conteúdos baseava-se em keywords, mas existem agora novas tendências.  64% das pesquisas têm mais de 4 palavras. Por exemplo, quando anteriormente, para procurar um colégio em Lisboa escreveríamos "melhores colégios de Lisboa" , hoje provavelmente escrevemos algo mais completo "quais são os melhores colégios de Lisboa?".

    Estas alterações na forma de pesquisa fez com que tivessem sido produzidos novos algoritmos nos últimos anos (Hummingbird, por exemplo), que nos indicam o caminho que levam as alterações: interpretação do contexto na hora da pesquisa, mais conhecido como pesquisa semântica e é aqui que as pillar pages ganham importância.

     

    Primeiro, o que é uma Pillar Page?

    Pillar page é uma página web onde queremos posicionar um tema genérico. No caso da mbudo, Inbound Marketing seria o tema principal da nossa pillar page. Esta página vai ser a base de todo o conteúdo relacionado. O contéudo criado terá uma relação directa com o tema principal embora tenha de fazer sentido isoladamente. Para perceber bem o que é uma pillar page temos de detalhar alguns conceitos. 

    Para começar temos de ter claro o que é um Topic Cluster; este faz referência à forma como os conteúdos de um wesbite se relacionam com o tema principal, ou seja, como estão estruturados. Este modelo organiza e junta os URLs fazendo com que o seu posicionamento no Google melhore. Esta estrutura é formada por três componentes: pillar content, cluster content e os hyperlinks.

    .Hubspot pillar

    Fonte : HubSpot  

    Estes componentes vão ajudar as páginas a obter melhor posicionamento nos motores de busca e a dar melhores respostas a quem procura informação. 

    Por exemplo, imaginemos que a nossa página é uma estante de livros colocados sem qualquer ordem;  o topic cluster o que faria, neste caso, era organizar os livros por temas, por género, por autores, etc, dando uma estrutura e uma ordem à nossa "biblioteca".

    estantería

    Os objectivos principais de um topic cluster são:
    • Melhorar a visibilidade nos motores de buscar, para os temas que sejam estratégicos para a sua marca
    • Melhorar a arquitectura e estrutura da sua web
    • Permitir aos motores de busca e aos utilizadores encontrarem outros conteúdos relacionados de forma mais simples.
    • Aproveitar o impulso que outros tópicos terão, caso um deles tenha sucesso. 

    O próximo conceito que é importante conhecer é o Core Topic.  É o tópico principal em torno do qual se organizará o topic cluster; será um tema genérico com não mais do que duas a três palavras e que tenha um elevado número de pesquisas e interesse para a sua marca. Porém, no caso dos subtemas, estes serão mais específicos e terão um menor número de pesquisas e menos concorrência. 

     

    Como se cria uma Pillar Page?

    Já introduzidos os conceitos passemos agora à acção. 

    Tem que pensar quais são os temas para os quais quer aparecer nas primeiras posições e depois realizar um brainstorming para criação de artigos de blog, baseados em keywords específicas e que estejam relacionados com o tema principal.

    Nunca esquecer os principais interesses das suas Buyer Persona; deve seleccionar um tema que seja suficientemente amplo para criar diferentes artigos de blog mas que seja possível cobrir numa única pillar page. 

    Uma pillar page deverá responder a qualquer pergunta colocada e deve estar ligada a outras páginas ou posts de blog que tenham conteúdo mais específico sobre o tema procurado.

     

    Exemplos e estratégias de Pillar Pages: HubSpot e Typeform

    HubSpot é, por excelência, uma das melhores plataformas para criar todo o tipo de conteúdo, incluindo as pillar pages. Vamos ver alguns exemplos e conhecer um pouco mais a fundo a sua estratégia. 

    Neste caso, vamos analisar uma pillar page sobre as melhores aplicações de produtividade

    Ejemplos Pillar PagesPara começar a Hubspot escolheu um tema que gera muitas dúvidas ao seu público alvo.

    Esta pillar page tem o mesmo layout visual das suas páginas de blog: tem uma imagem característica, um título num formato específico e um domínio alinhado com o utilizado nos posts de blog (blog.hubspot.com). Desta forma a Google interpreta que há uma ligação entre a pillar page e os posts de blog a ela ligados. 

    Além disto, a Hubspot também tem uma estratégia de linking interno muito forte. Utiliza CTAs para que os visitantes possam aceder a conteúdo que tenha relação directa com o conteúdo que estão a ler. Também ligam as suas redes sociais nesta página e propõe artigos relacionados (que constituem parte do Cluster Content da respectiva pillar page).

    No caso da Typeform, a sua pillar page é dificil de ignorar. É agradável esteticamente (graças à palete de cores relaxantes e vivas que utilizam) e é fácil de navegar. Na estratégia de links internos destacam-se pela utilização de CTA's em que após um clique, os visitantes saltam para conteúdos que viram nas redes sociais. 

    Se está a pensar criar a uma Pillar Page para iniciar a sua estatégia de conteúdos e não sabe onde começar, podemos ajudar e inclusivamente criá-la e preparar uma estratégia de conteúdos para a sua empresa. Não deixe de nos contactar. Ajudaremos com todo o gosto. 

    New call-to-action

    Content Marketing

    Minerva V.

    Minerva V.

    Minerva é formada em Marketing com especialização em Marketing Digital. Escrever é uma das suas maiores paixões sentindo-se como peixe na água a produzindo conteúdos para a mbudo e para os nossos clientes. Considera-se uma amante das artes de espectáculo, nas suas mais variadas formas.